A Random Image

Halloween

O Halloween é uma festa comemorativa celebrada todo ano no dia 31 de outubro. Ela é realizada em grande parte dos países ocidentais, porém é mais representativa nos Estados Unidos.
O evento é marcado por crianças e adultos se vestindo com as mais diversas fantasias, indo pedir doces na vizinhança (o famoso “Travessuras ou Gostosuras”). É marcado também pelas abóboras cortadas (Jack-o’-Lantern) e com luzes, enfeitando todos os lugares.
O Halloween é citado como o dia que os espíritos dos mortos voltarão à Terra para atormentar os vivos, mas em muitos países é conhecido como o dia de doces e fantasias.
A história desta data tem mais de 2.500 anos com o povo celta, que acreditava que no último dia do verão os mortos sairiam de seus túmulos. Para assustar esses fantasmas, os celtas colocavam nas casas objetos assustadores, como caveiras, ossos decorados e abóboras enfeitadas.
No Brasil esta comemoração é recente. Chegou ao nosso país através da grande influência da cultura americana, principalmente trazida pela televisão e pelo cinema, porém muitos brasileiros são contra essa data e dizem que deveríamos valorizar mais o nosso folclore, mas seguido e adorado por muitas pessoas, o Halloween está crescendo cada dia mais em solo nacional.

No Brasil 31 de outubro é também o dia do Saci-Pererê.

A lenda do Saci: Um menino negro, de uma perna só, que usa uma touca vermelha e fuma cachimbo. Vive aprontando travessuras na mata, nas casas, com os animais e as pessoas.
Diz o mito, que o Saci-Pererê se desloca rapidamente, depois que fez alguma peripécia, dentro de um redemoinho. Quem quiser capturá-lo precisa jogar uma peneira sobre o redemoinho, depois tirar a touca vermelha e finalmente, prendê-lo dentro de uma garrafa.
O Saci não faz somente peraltices e brincadeiras; ele é um sábio conhecedor das ervas da floresta, da fabricação de chás e medicamentos feitos com as plantas.
Diz-se que quando não encontramos um objeto, é porque o Saci pegou e escondeu; para achar é preciso que se amarre a perna do Saci com três nós. Depois de encontrar o que o “Saci tinha escondido”, desamarre a sua perna, pois assim ele terá aprendido a lição de nunca mais esconder as coisas.